O ranking das escolas…

Se há coisas que me deixam triste, esta é uma delas. Pensar que os alunos são todos iguais, que as comunidades onde eles estão inseridos, tal como as suas escolas, são comparáveis e se podem seriar, faz-me pensar nas várias doenças que afectam a nossa sociedade.

Os alunos não são um produto ou, se o são, são o produto da sociedade em que vivem. Por isso, façam-se rankings das cidades, das vilas, das aldeias, das políticas para a educação e dos seus políticos, etc… Deixem de tapar o sol com a peneira! Não é só à escola e aos professores (estes obedecem a ordens) que cabe motivar os alunos. Também é necessário que a sociedade, os pais e os alunos queiram, gostem e achem útil aprender!

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑