Um excelente artigo sobre o E@D

@arturcoelho@masto.pt 🔗 https://masto.pt/users/arturcoelho/statuses/104032855318251071 – Era inevitável, para observadores mais atentos. Dois dias depois do arranque do terceiro período em atividades letivas não presenciais, começaram os primeiros livestreams de invasões em aulas online por videoconferência. Estas poderão não ser as piores violações da imagem e privacidade de professores e alunos que acontecem nestes dias de uma escola diferente, que teve de se adaptar à realidade da pandemia. https://bit2geek.com/2020/04/20/sobreviver-ao-zoombombing-nas-plataformas-de-ensino-virtual-00298553938/

Jami e Jitsi – videochamadas

Se estiver interessado em programas de videochamada e videoconferência, é possível que já tenha ouvido falar de alguns programas conhecidos… Como já os conhece, não os irei nomear aqui.

Muitos desses programas são bons, muito bons até! Mas, será que são seguros? Como acha que certas empresas desenvolvem os seus programas de reconhecimento facial e de reconhecimento de voz? Como é que certas empresas fazem fortunas com publicidade? Pois é! Ao usar esses programas “gratuitamente” está a abrir mão da sua privacidade e da segurança dos seus dados e informações pessoais. Nunca ouviu aquela expressão: “Não há almoços grátis!”? Pois, não há.

Bem, a comunidade Open Source opõe-se a este tipo de comportamento empresarial e à exploração que as empresas fazem das nossas vidas privadas. Defendem um tipo de negócio mais humano e ético. E, como acontece nas outras áreas, nesta também temos bons programas que podemos usar gratuitamente e de forma segura.

Apresento-vos o Jami e o Jitsi. São dois programas Open Source, seguros e respeitadores da privacidade dos seus utilizadores. Porque não os experimenta? Estes, sim, são completamente gratuitos, funcionam em quase todos os equipamentos e não se metem onde não são chamados! Pode até criar o seu próprio servidor ou alugar um: veja aqui.

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑