A nossa ginasta mais nova!

SONY DSC
Clicar na foto para ver a reportagem completa.

Decorreu, ontem, na escola sede do Agrupamento de Escolas n.º 2 de Abrantes, o Sarau Gímnico que marca o fim do ano lectivo 2015-2016.

Aqui fica a reportagem fotográfica, aberta pela nossa ginasta mais nova, a Beatriz.

Numa nota final, os parabéns de toda a família pela excelente iniciativa.

P. S. Terei o maior prazer em fazer chegar as fotos sem a marca de água a quem o solicitar, desde que tenha interesse directo na reportagem e, no caso de divulgação pública da mesma, faça referência à sua autoria.

Um amigo de infância…

Gaspar

No “Passos do Concelho 92”, Boletim Informativo da Câmara Municipal de Abrantes, tive o prazer de rever o meu amigo de infância Nuno Gaspar e a sua família, agora por terras brasileiras. Um grande abraço para ele e as maiores felicidades para ele e para toda a sua família.

Quadro de Excelência 2011/2012 – ESSA

DSC00361-1

Decorreu, na passada sexta-feira, a entrega dos diplomas do Quadro de Excelência, do ano letivo 2011/2012, da ESSA. Aqui está a foto do momento em que a nossa pequenota recebeu o respetivo diploma.Parabéns a todos!

DSC00375-1

A mamã foi a simpática apresentadora. 😀

Prémio merecido…


Clique aqui para ver o slideshow completo.

Neste ano letivo, a minha escola (Escola Secundária Dr. Solano de Abreu) decidiu premiar, no fim do ano,  a melhor turma de 7º ano. A minha turma, 7º B, foi a vencedora deste “concurso” e por isso fomos os sortudos que recebemos o tão aguardado prémio: uma tarde no kartódromo de Abrantes. Foi uma tarde, ou melhor, um fim de tarde e tanto! Talvez uma das melhores experiências que já vivi… Espero que gostem das fotos que o meu pai me tirou enquanto lá estive…

MIAA – Monstruoso e Ignominioso Atentado a Abrantes

Sou abrantino. Nasci nesta bela e calma cidade e cada casa, cada monumento, cada rua estão-me gravados na memória, que espero preservar. O Convento de S. Domingos faz parte de mim, como deve fazer parte de todos os abrantinos. É o meu braço, a minha perna, a direita, a esquerda, sei lá! Sou eu! Está em mim! Ao longo dos anos teve muitas funções. Teve obras. Gosto imenso da nossa biblioteca. O parque de estacionamento beneficiou a zona. A paisagem é magnífica. Apanhava ali o autocarro. Todos os dias, enquanto estudante. Andava por ali. Agora, quando posso, levo a família à biblioteca onde as simpáticas funcionárias se espantam com o seu crescimento. Agora isto! Querem tirar-nos o céu! Construir a horrífica e monstruosa estrutura para o MIAA . Quem o projetou não é de Abrantes. Não pode ser! Não consigo explicar este vazio, esta angústia que me invade. É como se me fosse amputado um membro ou para todo o sempre me fosse imposta a obrigatoriedade de arrastar comigo a coluna roubada a um qualquer monumento como punição para um crime que nunca cometi. Porque não fazem algo semelhante junto do Templo Romano no centro de Évora? Há ali um jardim com espaço suficiente… (Sabem que os eborenses ainda hoje choram a destruição que permitiram que fosse feita à sua cidade. Aqueles magníficos monumentos que hoje podemos visitar são o que sobrou, como memória duma monumentalidade muito superior.) Merece a nossa cidade menos respeito?! Custa-me que abrantinos aceitem esta ignomínia. Será que o são?

Entenda-se que eu não sou contra a instalação do MIAA (Museu Ibérico de Arqueologia e Arte) na nossa cidade mas, com tanto espaço que temos, terá de se fazer a sua construção no centro histórico da cidade onde, a cada cavadela, estarão a destruir documentos de séculos da nossa história?! Não deixa de ser irónico que o museu de arqueologia se converta num atentado àquilo que parece defender. Ou será que pretende ser uma lápide fúnebre?

Era preferível que não ficasse gravado na nossa paisagem como o maior e mais Monstruoso e Ignominioso Atentado a Abrantes – MIAA.

Fotos do projeto e petição.

Dr. Isabelinha no "Ribatejo" – Reportagem sobre os 100 anos

Já está na edição on line do “Ribatejo” a reportagem sobre o Dr. Isabelinha, o jogador com mais idade vivo da académica que completará 100 anos e também conhecido por não cobrar consulta a quem não tinha posses, além de ainda dar o dinheiro para levantar os medicamentos na Farmácia! Uma pessoa que em conversas que tive com ele, me disse muita coisa acerca de Coimbra dos anos 30! Memória viva daquele tempo, dia 8, estarei em Santarém, ou não seja eu também ribatejano.
São estes os links:

O Ribatejo_01; O Ribatejo_02 e O Ribatejo_03.

Informação gentilmente enviada por Rui Lopes.

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑