O ALENTEJANO E A LETRA “F”

Um homem chega ao restaurante, senta-se e, acenando com o braço, diz:
– Faz favor: frango frito, favas, farinheira…
– Acompanhado com quê?
– Feijão.
– Deseja beber alguma coisa?
– Fanta fresca.
– Um pãozinho antes da refeição?
– Fatias fininhas.
O empregado anota o pedido, já meio intrigado: “o tipo fala tudo com Fs!”
Depois do homem terminar a refeição, o empregado pergunta-lhe:
– Vai querer sobremesa?
– Fruta.
– Tem alguma preferência?
– Figos.
Depois da sobremesa, o empregado:
– Deseja um café?
– Forte. Fervendo.
Quando o cliente termina o café:
– Então, como estava o cafézinho?
– Frio, fraco. Faltou filtrar formiguinha flutuando.
Aí o empregado pensa: “Vamos ver até aonde é que ele vai”.
– Como é que o senhor se chama?
– Fernando Fagundes Faria Filho.
– De onde vem?
– Faro.
– Trabalha?
– Fui ferreiro.
– Deixou o emprego?
– Fui forçado.
– Por quê?
– Faltou ferro.
– E o que é que fazia?
– Ferrolhos, ferraduras, facas… ferragens.
– Tem um clube favorito?
– Fui Famalicense.
– E deixou de ser porquê?
– Futebol feio, farta.
– Qual é o seu clube, agora?
– Farense.
– O senhor é casado?
– Fui.
– E sua esposa?
– Faleceu.
– De quê?
– Foram furúnculos, frieiras… ficou fraquinha… finou-se.
O empregado de mesa perde a calma:
– Olhe! Se você disser mais 10 palavras começadas com a letra F… não paga a conta. Pronto!
– Formidável, fantástico. Foi fácil ficar freguês falando frases fixes.
O homem levanta-se e dirige-se para a saída, enquanto o empregado ainda lança:
– Espere aí! Ainda falta uma!
O homem responde, sem se virar:
– Faltava!..
Alentejano duma figa !!!!

ASAE

Elementos da ASAE foram fiscalizar o Alentejo.
Entraram numa tasca, pediram um café e um deles quis também um bolo.
O compadre deu-lhe o café, pegou no bolo com a mão e colocou-o em cima do balcão.
Claro que foi chamado à atenção, além de ter de pagar uma valente multa.
Apressadamente, ligou para o compadre que tinha uma tasca lá perto e avisou-o:
– Compadre a ASAE esteve aqui. Tome atenção, pois são capazes de a seguir o visitar.
Palavras não eram ditas e os fiscais a entrarem porta dentro:
– Bom dia. Quero um café e um bolo.
Com todo o cuidado, deu-lhe o café e com a tenaz tirou o bolo e colocou-o num pires. Entretanto o fiscal, depois de ter tomado o café e comido o bolo, reparou que o homem tinha um cordel preso na braguilha e perguntou:
– Oiça, para que é esse cordel?
– Então, quando vou fazer xixi, abro a braguilha, puxo o cordel e faço xixi sem sujar as mãos.
– Então e depois como é que mete isso para dentro?
– É com a tenaz dos bolos…

Educação sexual na escola…

Anita, de sete anos, regressa a casa vinda da escola.
Tinha tido a primeira aula de educação sexual.

A mãe, muito interessada pergunta:
– Como é que correu?
Quase morri de vergonha! – respondeu a pequena Anita.
– Porquê
? – perguntou a mãe.

Anita respondeu:
O Zezinho, o menino com o cabelo ruivo, disse que foi a cegonha que o trouxe.
– O Marco, da livraria, disse que veio de Paris.
– A Cristina, a vizinha do lado, disse que foi comprada num orfanato e o Tó disse que foi comprado no hospital.
– O Paulinho disse que nasceu de uma proveta
– O André disse que nasceu de uma barriga de aluguer.

A mãe de Anita respondeu quase sorrindo:
– Mas isso não é motivo para te sentires envergonhada…

– Não, já sei, mas não me atrevi a dizer-lhes que como nós somos pobres, tiveste que ser tu e o pai a fazer-me…!!!

A teoria alentejana…

Um suíço pára o seu carro junto a dois alentejanos e pergunta:
– Entschuldigung, koennen sie Deutsch sprechen?
Os dois alentejanos ficaram mudos.
… O suíço torna a perguntar:
– Excusez-moi, parlez vous français?
Os dois continuaram a olhar para ele impávidos e serenos.
– Prego signori, parlate italiano?
Nada.
– Hablan ustedes español?
Nenhuma resposta.
– Please, do you speak english?
Nada.
Angustiado, o suíço desiste e vai embora.
Vira-se um dos alentejanos para o outro:
– Se calhar devíamos aprender uma língua estrangeira…
– Atão p’ra quê? Aquele gajo sabia cinco e não lhe adiantou de nada!

Deve ser esta a teoria dos nossos alunos… 😀

Dois GNR e um alentejano…

– “Aquele não é o gajo a quem apreendemos a carta a semana passada por excesso de velocidade?”

– “Era pois.” – Respondeu o segundo. – “Vamos caçá-lo!”

Uns Kms mais adiante, já com o carro parado, um dos GNR chega-se ao pé dele e pergunta-lhe:

– “A sua Carta de Condução?….”

– “Maaaaau!” – Responde o alentejano. – “Atã perderam-na??!!!”

Pão Alentejano

Um enfermeiro do Hospital de Santa Maria, namorava uma médica e ela
ficou gravida!
Ele, não querendo que a sua mulher soubesse,  disse à amante para
pedir a  transferência para Évora.
– Como te aviso quando o bebe nascer?
– Manda um postal e escreve só ”Pão alentejano.

Passaram-se alguns meses e, um dia, quando o enfermeiro chegou a casa,
a esposa disse-lhe:
– Recebeste um postal de Évora e eu não consigo entender o significado
da mensagem.
Ele leu o postal e caiu no chão com um violento ataque cardíaco. Foi
levado imediatamente para as urgências.
O cardiologista perguntou à esposa:
– Aconteceu alguma coisa que possa ter causado o ataque?
– Não! Ele apenas leu este cartão postal que diz:
“Cinco pães alentejanos: Três com chouriço e dois sem” .

Os alentejanos são terríveis …

alentejano está a comer ao balcão de um restaurante, na estrada, quando entram três motoqueiros de Lisboa, tipo abutres”  (aqueles gajos que vestem roupas de couro preto, cheias de coisas cromadas e que gostam de mostrar sua força quando estão em bando).

O primeiro, vai até ao alentejano, apaga o cigarro em cima do bife dele e vai sentar-se na ponta do balcão.

O segundo, vai até o alentejano, cospe no copo dele e vai sentar-se na outra ponta do balcão.

O terceiro, vira o prato do alentejano e também vai sentar-se junto dos outros…

Sem uma palavra de protesto, o alentejano levanta-se, põe o boné, já gasto, na cabeça e vai-se embora.

Depois de algum tempo, um dos  motoqueiros diz ao empregado do restaurante:

– Aquele gajo não era grande homem!

– Era mesmo um banana, remata o segundo motoqueiro.

E o empregado:

Nem grande motorista… Acabou de passar, com o camião TIR dele, por cima de três motas que estavam ali paradas!!! 

What a coincidence…

A chicken farmer went to a local bar… Sat next a woman and ordered a glass of champagne..

The woman perks up and says, ‘How about that? I just ordered a glass of champagne, too!’

‘What a coincidence’ the farmer says. ‘This is a special day for me…. I am celebrating’

‘This is a special day for me too, I am also celebrating!’ says the woman.

‘What a coincidence!’ says the farmer!

As they clinked glasses the man asked, ‘What are you celebrating?’

‘My husband and I have been trying to have a child and today my gynecologist told me that I am pregnant!’

‘What a coincidence,’ says the man. ‘I’m a chicken farmer and for years all of my hens were infertile, but today they are all laying fertilized eggs.’

‘That’s great!’ says the woman. ‘How did your chickens become fertile?’

‘I used a different cock,’ he replied.

The woman smiled and said, ‘What a coincidence!!!!’

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑