Sumi ink

P_20180406_155709

Quem nunca usou a pedra de tinta e a tinta em barra não sabe o que perde! Como é natural, estou a falar de caligrafia e de algumas das ferramentas mais antigas que o homem criou para escrever. O resultado é uma tinta absolutamente fabulosa! E escrever com ela é um prazer!

A minha Suzuri Stone e o Sumi Ink Stick

P_20180227_215410

Chegou hoje, finalmente, a minha Suzuri Ink Stone!

Em conjunto com o Sumi Ink Stick, irei ter o prazer de poder usar uma das tintas mais antigas ainda ao dispor da humanidade, de cujo Património Imaterial faz parte: a Sumi Ink.

Como o próprio nome indica, é tudo material vindo do Oriente. É algo parecido, — mas não igual — , com a Tinta da China, só que em estado sólido.

Repararam na pintura do stick de tinta?!

Ontem “acordei” uns aparos com mais de meio século. Bem mais…

E um deles era português! Quem se lembra desta marca?

doc
http://gisaweb.cm-porto.pt/units-of-description/documents/51106/

Apesar de alguma ferrugem, ainda escreve. E muito bem, por sinal!

Estes aparos eram feitos na antiga “Fábrica de penas de aço para escrever e mais artigos” de Zeferino Alves Moreira, fundada em 1905 (Circunvalação – Monte dos Burgos – Porto – Portugal).
Nas caixas estava escrito “Estas penas são tão boas como quaisquer outras visto serem fabricadas pelos mesmos processos e do melhor aço Sueco.” Podem ver um exemplo aqui: SX Collectables.

Outros tempos com algumas coisas boas…

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑