Uma invenção que suavizou o mundo…

"King Camp Gillette" by Falk, B. J. (Benjamin J.), 1853-1925, photographer - http://www.loc.gov/pictures/item/91729949/. Licensed under Public Domain via Wikimedia Commons - https://commons.wikimedia.org/wiki/File:King_Camp_Gillette.jpg#/media/File:King_Camp_Gillette.jpg
“King Camp Gillette” by Falk, B. J. (Benjamin J.), 1853-1925, photographer – http://www.loc.gov/pictures/item/91729949/. Licensed under Public Domain via Wikimedia Commons – https://commons.wikimedia.org/wiki/File:King_Camp_Gillette.jpg#/media/File:King_Camp_Gillette.jpg

Foi a 3 de Dezembro que King Camp Gillette pediu o registo da patente do instrumento que viria a revolucionar o mundo dos homens e, porque não dizê-lo, também o das mulheres: a “safety razor”. A tarefa matinal de uma boa parte dos homens nunca mais seria a mesma.

A patente foi-lhe concedida em 1904, completando-se, hoje, 15 de Novembro, 111 anos sobre essa data. Completam-se, porém, este ano, 120 anos sobre o nascimento da ideia na cabeça de Gillette, dado que ela teve o seu nascimento no ano de 1895.

By K. C. Gillette (US patent 775134, p. 1) [Public domain], via Wikimedia Commons
By K. C. Gillette (US patent 775134, p. 1) [Public domain], via Wikimedia Commons

King Camp Gillette não foi propriamente o inventor da “safety razor”. Ela já existia desde meados do século XIX. Mas, até à inovação introduzida por Gillette, ela usava lâminas forjadas. A sua grande inovação foi o desenho funcional da máquina e a introdução de lâminas finas de aço, descartáveis. Refira-se que o sucesso de Gillette não teria sido possível sem o contributo de Steven Porter, um torneiro mecânico que trabalhava com Gillette, que usou os seus desenhos originais para criar a primeira lâmina que realmente funcionava, bem como o de William Emery Nickerson, um inventor licenciado pelo MIT, que melhorou o desenho original do cabo e do chassi, de modo a melhor segurar a lâmina. Foi ele também o responsável pelo desenho das máquinas para a produção em massa das finas lâminas de aço.

E é assim que, passados 111 anos sobre a atribuição da patente por esta utilitária invenção, evolução dum conceito com mais de século e meio de existência, relembro a data, destacando dois modelos que, em 1989, revolucionaram mais um pouquinho a ideia daquele homem visionário, tornando ainda mais confortável e fácil uma tarefa que, para muitos, se reveste de algum sofrimento, talvez por não terem tido a oportunidade de comprovar que a ideia inicial deste grande inventor é aquela que, ainda hoje, melhor garante um barbear perfeito e extremamente confortável dia-a-dia! Há, realmente, algumas coisas em que “a tradição ainda é o que era”!

Edwin Jagger DE89Lbl
Edwin Jagger DE89Lbl
Mühle R89
Mühle R89

Para os interessados, aqui fica o link para a Wikipedia, onde encontrarão informação mais detalhada sobre King Camp Gillette e a sua invenção, bem como uma interessante página sobre a história da evolução da arte do barbear ao longo da história humana.

Deixo também o link para o perfil de Neil Jagger, fundador da Edwin Jagger e responsável máximo pelo desenvolvimento da cabeça “89” usada nas duas máquinas aqui apresentadas e o link para uma entrevista que ele concedeu onde fala sobre a mesma.

Para finalizar, os links para a Edwin Jagger e para a Mühle.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: